Biotina e minerais quelatos - benefícios para saúde dos cabelos e das unhas das mulheres

October 14, 2015

 

A existência, nos tempos atuais, de um paradoxo relacionado à terapia nutricional para cabelos e unhas pode gerar dúvidas quanto à melhor conduta a ser seguida, principalmente no que diz respeito à suplementação de vitaminas e minerais.

 

Comprova-se, cientificamente, a ação dos nutrientes, suas necessidades e biodisponibilidade. Entretanto, o estilo de vida, o consumo de alimentos industrializados, a prática de condutas alimentares restritivas e a atividade física sem orientação profissional levam a quadros de desequilíbrio nutricional que culminam na desvitalização, ressecamento, perda de brilho, maciez e aumento da fragilidade dos cabelos e unhas, sem que se verifique, necessariamente,  alguma alteração bioquímica significativa.

 

Deve-se considerar que as condições estruturais do fio de cabelo sofre intensa influência da dieta, com isso, alterando a qualidade da proliferação e diferenciação dos queratinócitos, células que compõem as estruturas dos cabelos e das unhas, o que resulta na perda do brilho e resistência.

 

Mais especificamente, os cabelos são estruturas queratinizadas (contendo 18 aminoácidos), formadas pela medula (composta por queratinócitos), córtex (responsável pela resistência, elasticidade e cor dos fios), matriz proteica (com alto teor de enxofre e cistina) e cutícula pilosa ou camada externa (responsável pelo sensorial do cabelo como: penteabilidade, suavidade, brilho e maciez).

 

Já as unhas são placas duras, de forma retangular e convexa que se desenvolvem a partir da invaginação da epiderme para a derme. As unhas são lâminas compostas, também, por queratina, diversa daquela encontrada nos cabelos, esta é denominada “queratina dura”, estrutura da unha flexível, composta por água, lipídeos e minerais (cálcio, ferro, zinco, sódio, cobre e enxofre). Raiz, lâmina, dobras laterais e a borda livre são as estruturas que formam todo o complexo da unha.

 

As alterações inestéticas nas unhas e nos cabelos podem ocorrer em estados de carência primária ou surgirem após patologias que levam à desnutrição, como a síndrome da má absorção. Basta a carência de um ou mais nutrientes para a pele e anexos serem afetados drasticamente, o que justifica a pesquisa nos casos de sensibilidade alimentar, intolerância à lactose, excesso de açúcar na dieta ou sistema de destoxificação comprometido.

 

A deficiência nutricional do complexo B, principalmente de biotina e ferro, pode provocar a síndrome das unhas frágeis, assim, tornando-as quebradiças; e, quanto aos cabelos, sem vida.  Isso se deve ao fato da biotina ser o cofator para síntese da queratina epidérmica capilar e ungueal, com evidências científicas na suplementação.

 

A biotina é responsável em tornar os cabelos mais fortes, melhorar a sua textura e função mecânica. Sua deficiência pode promover a queda difusa, com redução do crescimento por estímulo da fase telógena (última fase do crescimento), além de deixar os fios opacos e sem brilho.

 

De acordo com todos os nutrientes que compõem a estrutura do fio de cabelo e unhas, pode-se referir, claramente, que a falta de vitaminas e minerais essenciais para a constituição desses gera grande parte do eflúvio telógeno, ou seja, desencadeia as quedas de cabelo causadas por deficiências nutricionais. Como também leva ao aparecimento de unhas quebradiças, com diminuição das propriedades mecânicas e de resistência tanto das unhas como dos cabelos, além de alteração no ritmo de crescimento e fragilidade capilar.

 

As vitaminas A, C e E, ferro, zinco, magnésio, complexo B e selênio são nutrientes fundamentais para a manutenção e recuperação das unhas e cabelos e devem ser suplementados em sinergia para melhor aproveitamento. Portanto, a suplementação de todos os nutrientes envolvidos na questão deve ser equilibrada e analisada conforme as necessidades individuais.

Atualmente, os minerais utilizados são os quelatos devido à maior capacidade de estabilidade elétrica no lúmem intestinal, melhor biodisponibilidade e por serem prontamente transportados para os tecidos. As vitaminas devem ser associadas e o complexo B favorecido com a atenção à biotina e a outros antioxidantes necessários.

 

A cronicidade da carência nutricional de micronutrientes afeta principalmente o sistema tegumentar por ter menor taxa mitótica e metabólica quando comparado ao organismo como um todo. Nesse contexto, a nutrição muito colabora com a dieta e orientação à suplementação de vitaminas e minerais quelatos para a saúde dos cabelos e unhas.

Please reload

Featured Posts

Gastrite pode ser prevenida com mudança de hábitos

February 28, 2020

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

© Copyright 2017. Equaliv

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle