Doenças sazonais do verão e o impacto na saúde

December 6, 2016

 

 

Com a chegada do verão, aumenta o número de ocorrências de determinadas doenças que costumam ser frequentes nesta estação do ano. As temperaturas elevadas e o excesso de umidade são alguns dos fatores que propiciam a proliferação de bactérias, fungos, entre outros organismos vivos.

Entre as afecções mais comuns desta época, especialmente em países tropicais como o Brasil, estão as micoses superficiais, causadas por dermatófitos e restritas à camada córnea da pele e que podem atingir, também, unhas e cabelo. Entretanto o desenvolvimento dessas afecções depende de diversos fatores, como a resposta imunológica do hospedeiro, virulência da cepa, localização anatômica e as características ambientais. Como exemplos de micoses superficiais, estão a pitiríase versicolor e a candidíase.

A pitiríase versicolor é causada por fungos do gênero Malassezia, porém não é transmissível. As manchas na pele podem ser brancas, eritematosas ou acastanhadas, e tornam-se mais evidentes após exposição ao sol, com descamação fina e formato arredondado. Geralmente, o tratamento é feito com medicações tópicas e em forma de xampus (zinco piritionato, sulfeto de selênio). Os fungos do gênero Candida são os causadores da candidíase, infecção que pode comprometer a pele, as mucosas e as unhas, de forma isolada ou em conjunto. A doença se manifesta de diversas formas, como placas esbranquiçadas na mucosa oral (comum em recém-nascidos), lesões com fissuras no canto da boca, fissuras vermelhas em dobras naturais (axilar, inguinal) ou podem acometer a região genital da mulher (vaginite) ou do homem (balanite), levando ao aparecimento de manchas vermelhas, coceira e secreção esbranquiçada.

As fitodermatoses são dermatoses ocasionadas por alimentos de origem vegetal, a partir do contato direto com o sumo ou com a casca, que possuem alta concentração de furocumarinas, e, eventualmente, com a ação conjunta dos raios solares. No verão, as frutas cítricas são as que frequentemente causam esse tipo de dermatose, pois, no Brasil, existe o hábito de preparar limonadas, laranjadas e caipirinhas e ingeri-las à beira-mar ou na piscina, ou mesmo, de consumir o sumo do limão como tempero de frutos do mar. As frutas cítricas possuem alta concentração de furocumarinas na casca, substâncias que podem desencadear a dermatose.

A miliária, conhecida popularmente como brotoeja, é uma dermatite causada pelo bloqueio das glândulas sudoríparas, o que impede a saída do suor. O tempo quente e úmido e o uso de tecidos inapropriados à época, que dificultam a transpiração, favorecem o aparecimento das lesões, em geral, no pescoço, axilas, dobras da pele, sob a forma de bolhas transparentes. Em casos graves, há necessidade de usar medicamentos como corticoides.

As intoxicações alimentares e hídricas, também, são frequentes durante o verão, principalmente se não houver controle higiênico e sanitário no preparo das refeições. As altas temperaturas favorecem a multiplicação dos microrganismos patogênicos, o que aumenta a possibilidade de surtos de doenças transmitidas por alimentos. Os sintomas mais comuns são desconfortos intestinais, diarreia, náuseas e vômitos.

REFERÊNCIAS

BRASIL. Ministério da Saúde. Ministério da Saúde alerta para doenças do verão. Disponível em: <http://www.brasil.gov.br/saude/2012/01/ministerio-da-saude-alerta-para-doencas-do-verao>. Acesso em: 06 out. 2016.

CRIADO, P. R. et al. Micoses superficiais e os elementos da resposta imune. An Bras Dermatol., Rio de Janeiro, v. 86, n. 4, p. 726-731, 2011.

REIS, V. M. S. Dermatoses provocadas por plantas (fitodermatoses). An Bras Dermatol., Rio de Janeiro, v. 85, n. 4, p. 479-489, 2010.

RODRIGUES, D. A. et al. Doenças causadas por fungos. Atlas de dermatologia em povos indígenas [online]. São Paulo: Editora Unifesp, 2010. p. 59-80. Disponível em: <http://books.scielo.org/id/23wpg/pdf/rodrigues-9788561673680-06.pdf>. Acesso em: 06 out. 2016.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOFIA (SBD). Brotoeja. Disponível em: <http://www.sbd.org.br/doencas/brotoeja/>. Acesso em: 06 out. 2016.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOFIA (SBD). Micose. Disponível em: <http://www.sbd.org.br/doencas/micose/>. Acesso em: 06 out. 2016.

WANG, S. et al. Analysis of bacterial foodborne disease outbreaks in China between 1994 and 2005. FEMS Immunol Med Microbiol., Amsterdam, v. 51, n. 1, p. 8-13, 2007.


 

Tags:

Please reload

Featured Posts

Gastrite pode ser prevenida com mudança de hábitos

February 28, 2020

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

© Copyright 2017. Equaliv

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle