Os benefícios dos microminerais na gestão da obesidade

January 31, 2017

 

A obesidade é o resultado de complexas relações entre influências genéticas, socioeconômicas e culturais. É caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura no corpo, com comprometimento da saúde e da qualidade de vida do indivíduo. O índice de massa corporal > 30 kg/m2 é usado para identificar a obesidade.

O número de indivíduos com obesidade tem crescido de forma alarmante a cada dia. De acordo com os últimos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF 2008-2009), a obesidade quadriplicou entre os homens, passando de 2,8%, em 1974-75, para 12,4%, em 2008-09. Nas mulheres, o número dobrou, passando de 8% para 16,9%. Prevê-se que, em 2030, será aproximadamente 1,12 bilhão de obesos em todo o mundo.

Embora a obesidade seja multifatorial, sabe-se que o sedentarismo e a alimentação nutricionalmente desbalanceada, com proporções desajustadas de macro e micronutrientes, podem interferir de maneira importante no desenvolvimento da doença.

No Brasil, os estudos que relatam o consumo de micronutrientes ainda são escassos, porém recentes achados demonstram que a ingestão de vitaminas e minerais é inadequada nas cinco regiões do país, independente da classe social da população estudada.

A baixa ingestão de cálcio está associada com o aumento do paratormônio (PTH) e da di-hidroxivitamina D, que promove o aumento do cálcio intracelular. Esse aumento eleva a produção de insulina,  que, por sua vez, estimula a lipogênese. O consumo reduzido de cálcio também se relaciona com o aumento da liberação de calcitriol, que promove o aumento do cálcio intracelular nos adipócitos, ao passo que o aporte adequado de cálcio associa-se com a diminuição do PTH e da di-hidroxivitamina D.

A deficiência de vitamina D é um fator de risco independente para a obesidade. Calcitriol (forma ativa da vitamina D) modula a expressão de adipocinas, inibe a expressão de citocinas inflamatórias, reduz o recrutamento de monócitos por pré-adipócitos humanos e restaura a absorção de glicose em adipócitos. Além disso, os receptores de vitamina D (VDR) presentes nos adipócitos permitem a supressão dos níveis de PTH, que podem promover ganho de peso.

Entre os possíveis efeitos benéficos do ácido ascórbico (vitamina C) relacionados com a obesidade, observa-se que a vitamina modula a lipólise dos adipócitos, regula a liberação de glicocorticoides pelas glândulas suprarrenais, inibe a secreção de leptina e reduz a resposta inflamatória. Possivelmente, todos esses recursos podem estar relacionados com as características antioxidantes notáveis dessa vitamina.

Nesse sentido, visto que o consumo atual de micronutrientes se encontra abaixo do recomendados, e eles exercem importante influência na gestão da obesidade, é fundamental que ocorra uma adequação na quantidade ingerida, especialmente sob a orientação de um profissional da saúde habilitado, como o nutricionista.


REFERÊNCIAS

APOVIAN, C. M. Obesity: definition, comorbidities, causes, and burden. Am J Manag Care., Old Bridge, v. 22, suppl. 7, p. 176-185, 2016.

GARCIA-DIAZ, D. F. Vitamin C in the treatment and/or prevention of obesity. J Nutr Sci Vitaminol (Tokyo), Tokyo, v. 60, n. 6, p. 367-379, 2014.

JEYAKUMAR, S. M.; VAJRESWARI, A. Vitamin A as a key regulator of obesity & its associated disorders: Evidences from an obese rat model. Indian J Med Res., New Delhi, v. 141, n. 3, p. 275-284, 2015.

LEÃO, A. L. M.; SANTOS, L. C. Consumo de micronutrientes e excesso de peso: existe relação? Rev. Bras. Epidemiol., São Paulo, v. 15, n. 1, p. 85-95, 2012.

MELO, M. E. Os números da obesidade no Brasil: VIGITEL 2009 e POF 2008-2009. Disponível em: <http://www.abeso.org.br/uploads/downloads/24/552fe9fd73248.pdf>. Acesso em: 23 nov. 2016.

PASCHOAL, V. Suplementação funcional magistral: dos nutrientes aos compostos bioativos. São Paulo: Valeria Paschoal Editora Ltda., 2008. 496 p.

PINHEIRO, M. M. et al. Nutrient intakes related to osteoporotic fractures in men and women--the Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS). Nutr J., London, v. 8, n. 6, p. 1-8, 2009.

VINH QUỐC LU'O'NG, K.; NGUYỄN, L. T. The beneficial role of vitamin D in obesity: possible genetic and cell signaling mechanisms. Nutr J., London, v. 12, n. 89, p. 1-12, 2013.



 

Tags:

Please reload

Featured Posts

Gastrite pode ser prevenida com mudança de hábitos

February 28, 2020

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

© Copyright 2017. Equaliv

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle