Benefícios dérmicos advindos da suplementação de colágeno!


A preocupação com a estética vem crescendo a cada dia e, por conta disso, o mercado de suplementos e nutracêuticos acompanha esse crescimento, para tanto, adotando diversas opções para serem utilizadas com esse propósito.

O colágeno está se tornando um dos compostos mais populares nesse ramo, sendo comumente utilizado como suplemento em forma de cápsulas, pó e líquido. O tipo mais comum de colágeno é o hidrolisado, em que sua absorção é facilitada pelo corpo por possuir peso molecular mais baixo. Esse nutriente é responsável pela formação de estruturas como unhas, cabelos e pele, podendo auxiliar também no fortalecimento de articulações e cartilagens.

A suplementação dessa proteína promove, principalmente, o aumento da elasticidade, firmeza e hidratação da pele, retardando o envelhecimento precoce que promove a aparência negativa dessa região. A partir dos 30 anos, o organismo tende a produzir menos colágeno, levando a uma ineficiente resposta dos fibroblastos para a formação do tecido conjuntivo. As proteínas colagenosas formam agregados que contribuem com a integridade estrutural da matriz extracelular da epiderme, auxiliando na fixação de células contidas nessa matriz, por isso que atuam também no fortalecimento de cabelos e unhas.

Os tipos de colágeno variam em diâmetro, composição de aminoácidos, comprimento, estrutura molecular e localização nos diversos tecidos. O tipo I é o mais comum, encontrado em locais que resistem a grandes tensões, como derme da pele, tendões, ossos e até mesmo na córnea.

A redução da síntese de colágeno no organismo pode ser minimizada com um planejamento nutricional, mediante a adequação de alimentos fontes de vitamina C, um nutriente que estimula esse processo no organismo, e fontes de aminoácidos precursores dessa proteína, como glicina, prolina e lisina, associando nutracêuticos que forneçam esse nutriente em sua forma absorvível.

REFERÊNCIAS CLARYS, P. et al. Comparison of Nutritional Quality of the Vegan, Vegetarian, Semi-Vegetarian, Pesco-Vegetarian and Omnivorous Diet. Nutrientes, v. 6, n. 3, p. 1318-1332, mar. 2014.

GROVER, C.N. et al. Crosslinking and composition influence the surface properties, mechanical stiffness and cell reactivity of collagen-based films. Acta Biomater., v. 8, n. 8, p. 3080-90, 2012.

PUJOL, A. P. Nutrição Aplicada à Estética. Rio de Janeiro: Rubio, 2011. SILVA, T.F..; PENNA, A.L.B. Colágeno: Características químicas e propriedades funcionais. Rev. Inst. Adolfo Lutz., São Paulo, v. 71, n.3, 2012.

Tags:

Featured Posts
Posts em breve
Fique ligado...
Recent Posts
Posts em breve
Fique ligado...

© Copyright 2017. Equaliv

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle