Vitaminas do complexo B e performance do atleta (polivitamínicos)

August 8, 2017

 

 

Devido ao desenvolvimento científico na área de nutrição esportiva, vêm sendo resgatadas e descobertas condutas cada vez mais específicas que podem auxiliar e melhorar tanto a performance quanto a saúde dos praticantes de atividade física e atletas. Nesse contexto, pode-se avaliar a importância dos micronutrientes, como as vitaminas e minerais, muitas vezes, subestimados na otimização da saúde e da performance de atletas e praticantes de atividade física. As vitaminas do complexo B atuam no metabolismo energético, e sua restrição na dieta, por um curto período de tempo, pode não alterar a performance, porém sua ingestão insuficiente está relacionada a sintomas como cansaço, fraqueza, fadiga e dores musculares.

 

A tiamina participa da reação de descarboxilação dos aminoácidos de cadeia ramificada e atua como coenzima para a formação de acetilcoenzima A e succinil-CoA. Está presente em reações catalisadas pelas enzimas piruvato desidrogenase e α-cetoglutarato desidrogenase, na forma de tiamina pirofosfato (TPP).  Já a carência de riboflavina pode causar impacto negativo, principalmente, em atividades aeróbias. Age na formação de células vermelhas, produção de células de defesa, respiração celular e no crescimento. A niacina apresenta importante função enzimática, sendo necessária para a fosforilação da enzima glutationa peroxidase, atuando como antioxidante indireto, também, faz parte das coenzimas dinucleotídio de nicotinamida e NAD E NADP. 

 

A piridoxina está associada ao metabolismo dos aminoácidos, por isso, suas necessidades estão relacionadas com a quantidade ingerida de proteínas. Seu consumo está associado com os níveis de glutationa, pois é requerida como coenzima para formação dos precursores de glutationa, um antioxidante fundamental para a diminuição do estresse oxidativo. Durante o exercício, atua na gliconeogênese e glicogenólise, pois age como fator para a fosforilação do glicogênio. As vitaminas B12 e ácido fólico trabalham em conjunto em diversas reações no organismo, a Vit. B12 é essencial para eritropoese, assim como o ácido fólico, mantendo o funcionamento de troca e transporte de oxigênio, fundamental para um bom rendimento físico. Ainda, participam da adequada conversão de homocisteina em metionina, que, quando aumentada, pode prejudicar o metabolismo de óxido nítrico devido à maior produção de radicais livres. A deficiência de Vit. B12 está associada em atletas e esportistas vegetarianos. 

 

O ácido pantotênico está associado à coenzima A, que é capaz de aumentar os níveis de glutationa, sendo, portanto, necessário como agente antioxidante, pois, contribui com a redução do estresse oxidativo, já a sua deficiência se assemelha aos sintomas gerais das vitaminas do complexo B, como fadiga, mal-estar e dores musculares. As vitaminas do complexo B apresentam muitos efeitos no organismo humano e são essenciais para os esportistas e atletas em razão da sua participação em reações bioquímicas e fisiológicas relacionadas ao exercício.     


REFERÊNCIAS

LUKASKI, H. C. Vitamin and mineral status: effects on physical performance. Nutrition, v. 20, n. 7, p. 632-644, 2004.

 

PASCHOAL, V. Tratado de nutrição esportiva funcional. São Paulo: Roca l, 2015. 

NEMOSECK, T. K. M. The effects of high-impact and resistance exercise on urinary calcium excretion. International journal of sport nutrition and exercise metabolism, v. 19, n. 2, p. 162-171, 2009.

 

PASCHOAL, V. Suplementação funcional magistral: dos nutrientes aos compostos bioativos. São Paulo: Valeria Paschoal, 2008. 

 

Tags:

Please reload

Featured Posts

Gastrite pode ser prevenida com mudança de hábitos

February 28, 2020

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

© Copyright 2017. Equaliv

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle