Os efeitos de suplementos sobre o desempenho físico

August 22, 2017

 

Por definição, suplementos alimentares são alimentos/nutrientes que servem para complementar com calorias e/ou nutrientes a alimentação diária de um indivíduo saudável, nos casos em que sua ingestão a partir dos alimentos seja insuficiente ou quando a dieta requer a suplementação. Considerada uma área relativamente nova, a nutrição esportiva visa buscar novos recursos por meio dos nutrientes para a melhora da performance do atleta ou esportista. Nesse contexto, observa-se o aumento da procura por recursos ergogênicos dietéticos e suplementos alimentares.

 

Entre os suplementos mais utilizados e comercializados encontram-se: whey protein, creatina, BCAA -aminoácidos de cadeia ramificada (leucina, isoleucina e valina) e glutamina. Whey protein é a proteína do soro do leite não desnaturada, podendo ser encontrada isolada (WPI), hidrolisada (WPH) e concentrada (WPC). Evidências fornecidas por estudos realizados em diferentes modelos experimentais utilizando a proteína do soro do leite têm comprovado a eficácia desse produto na modulação orgânica, assim como o aumento da capacidade imunomodulatória, o aumento do combate a infecções e processos inflamatórios, ação antibacteriana e antiviral, o estímulo da absorção e função intestinal, o aumento da absorção de minerais e da síntese de hormônio e o controle da ingestão alimentar.  

 

Os benefícios do whey protein sobre a hipertrofia muscular estão relacionados ao perfil de aminoácidos, principalmente a leucina, devido à sua ação sobre a liberação de hormônios anabólicos, como, por exemplo, a insulina; além de estimular a sinalização da proteína alvo da rapamicina em mamíferos (mTOR). 

 

Os efeitos da suplementação com BCAA no desempenho esportivo ainda são discordantes e faltam estudos científicos com informações consistentes a respeito de vantagens ergogênicas, assim como a respeito de seus possíveis efeitos colaterais. Contudo, vale ressaltar seu papel no sistema imune como precursor da síntese de glutamina no tecido musculoesquelético, sendo que um aumento na oxidação desses aminoácidos pode levar a um aumento da demanda corporal de glutamina. 

 

A creatina (ácido acético metilguanidina) é um recurso utilizado para o aprimoramento do condicionamento físico em resposta ao treinamento físico, principalmente, em exercícios de alta intensidade e curta duração. Desempenha função de manutenção dos níveis intracelulares de adenosina trifosfato (ATP), importante para o metabolismo energético, possui efeito ergogênico, por melhorar a capacidade anaeróbica dos atletas, e ação antioxidante. Quando associada a suplementos pré-treino, mostra-se interessante para modulação de respostas adaptativas em diversas categorias esportivas e competitivas.

 

A glutamina é um aminoácido condicionalmente essencial, porém em condições especiais a sua ingestão se torna necessária. O sistema musculoesquelético é o principal tecido relacionado à produção e à liberação desse aminoácido para a circulação sanguínea. Em atletas com carga de treinamento pesado, que são mais propensos a doenças infecciosas, a suplementação de glutamina parece ser eficaz no fortalecimento do sistema imune e na redução dos efeitos imunossupressores causados pela carga intensa de exercício físico. 

 

Contudo, a melhor alternativa de suplementos para aumentar o desempenho físico irá depender do objetivo do atleta/esportista no momento, assim como também depende de toda a história e individualidade bioquímica associada. Dessa forma, o profissional esportivo poderá decidir qual o melhor suplemento. 
 

REFERÊNCIAS

CONSELHO FEDERAL DOS NUTRICIONISTAS (CFN). Resolução CFN 380/2005. Dispõe sobre a definição das áreas de atuação do nutricionista e suas atribuições, estabelece parâmetros numéricos de referência, por área de atuação, e dá outras providencias. Disponível em: <http://www.cfn.org.br> Acesso em: 03/07/2017

 

KIM, H. Glutamine as an immunonutrient. Yonsei Med J., Seoul, v. 52, n. 6, p. 892-897, 2011.

HARAGUCHI, F. K.; ABREU, W. C.; PAULA, H. Proteínas do soro do leite: composição, propriedades nutricionais, aplicações no esporte e benefícios para a saúde humana. Rev Nutr, v. 19, n. 4, p. 479-88, 2006.

 

HOLECEK, M. et al. Acute effects of decreased glutamine supply on protein and amino acid metabolism in hepatic tissue: a study using isolated perfused rat liver. Metabolism, v. 52, n. 8, p. 1062-1067, 2003.

 

HULMI, J. J., et al. Resistance exercise with whey protein ingestion affects mTOR signaling pathway and myostatin in men. Journal of Applied Physiology, v. 106, n. 5, p. 1720-1729, 2009.

KOÇAK, S.; KARLI, U. Effects of high dose oral creatine supplementation on anaerobic capacity of elite wrestlers. J Sports Med Phys Fitness; 43(4):488-92, 2003.

 

ONWULATA, C.; HUTH, P. Processamento de soro, funcionalidade e benefícios para a saúde, 2009. 

 

PASCHOAL, V. et al. Suplementação Nutricional. São Paulo, 2013.

 

STEFANI, G. P. et al. Effects of creatine supplementation associated with resistance training on oxidative stress in different tissues in rats. J Int Soc Sports Nutr, v. 11, n. 1, p. 11, 2014.

 

TUNICK, M. H. Whey protein production and utilization: a brief history. Whey processing, functionality and health benefits, Wiley Online Library, 2008.
 

Tags:

Please reload

Featured Posts

Gastrite pode ser prevenida com mudança de hábitos

February 28, 2020

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

© Copyright 2017. Equaliv

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle