Luteína e seu papel contra a ação deletéria celular dos radicais livres.



A Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) é uma degeneração progressiva dos fotorreceptores na região macular da retina que resulta na perda da visão. Estima-se que o número de pessoas que sofrem com essa patologia possa alcançar 196 milhões em 2020 e 288 milhões em 2040.


A luteína é um carotenoide encontrado na região macular da retina e é importante para a performance visual devido à sua capacidade de filtrar a luz azul, espectro de luz visível que vai de 400 a 500nm de comprimento de onda, um dos fatores ambientais mais influentes para o aparecimento da doença. Além disso, esse carotenoide previne a DMRI por reduzir o estresse oxidativo, um dos fatores que dá início ao desenvolvimento da doença.


O mecanismo de ação desse carotenoide no organismo acontece em vias distintas. A primeira é por meio da reação direta com as espécies reativas de oxigênio (EROS) formadas na retina durante o processo de absorção de luz. A segunda é pela ativação do fator de transcrição nucelar NRF2, desligando-se de sua proteína keap-1, na qual ativa os genes que codificam enzimas antioxidantes e detoxificante, como superóxido dismutase – SOD – e catalase – CAT.

Um estudo recente com animais demonstrou que a luteína também é capaz de induzir à autofagia celular a partir da desregulação da BECN1 em células IEC-6 (célula epiteliais intestinais). A autofagia é um importante processo para manutenção da homeostase do organismo, caracterizada pela digestão celular de partes danificadas a fim de manter a oferta de energia. Esse processo se mostrou importante para proteção celular contra os danos causados pelo estresse oxidativo e pela ação deletéria de radicais livres e EROS.

Em resumo, trata-se de um importante antioxidante, produzido apenas por plantas, algas, bactérias e fungos; fato que ressalva a importância do consumo de alimentos e suplementos específicos para obtenção dos benefícios desse carotenoide.



REFERÊNCIAS


CHANG, C. et al. Lutein Induces Autophagy via Beclin-1 Upregulation in IEC-6 Rat Intestinal Epithelial Cells. The American Journal Of Chinese Medicine, v. 45, n. 06, p.1273-1291, jan. 2017.


FREDE, K. et al. Lutein Activates the Transcription Factor Nrf2 in Human Retinal Pigment Epithelial Cells. Journal Of Agricultural And Food Chemistry, v. 65, n. 29, p.5944-5952, 13 jul. 2017.


SOARES, E. R. Compostos bioativos em alimentos, estresse oxidativo e inflamação: uma visão molecular da nutrição. Revista Hospital Universitario Pedro Ernesto, Rio de Janeiro, v. 14, n. 3, p.1-4, jul. 2015.

Tags:

Featured Posts
Posts em breve
Fique ligado...
Recent Posts
Posts em breve
Fique ligado...

© Copyright 2017. Equaliv

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle