A suplementação com cafeína e os benefícios aos praticantes de atividade física



O uso de suplementos nutricionais entre os praticantes de atividade física tem-se tornado uma prática cada vez mais comum, seja para fornecer energia antes ou durante o exercício, melhorar a performance, auxiliar na recuperação muscular e evitar as lesões decorrentes do treino.


Entre as variedades de suplementos no mercado, os termogênicos são bastante utilizados para quem busca acelerar o metabolismo, pois promovem o emagrecimento. A termogênese caracteriza-se pela liberação de hormônios a partir da produção de calor que ocorre por meio de reações químicas controladas pelo sistema nervoso.


Um dos termogênicos mais utilizados é a cafeína, alcaloide presente em diversos alimentos como chá, café, mate e chocolate. Seus efeitos principais incluem a estimulação do sistema nervoso central, a liberação de hormônios e a modulação dos sistemas esquelético e cardíaco. Por ser um suplemento relativamente barato e fácil de ser encontrado, o consumo de cafeína é bastante significativo. Segundo Coso et al. (2011), três em cada quatro atletas utilizam a suplementação com cafeína antes e durante o treino no decorrer de competições, pois se acredita que ela auxilie na melhora da concentração e do desempenho.


Em estudo duplo-cego realizado pela Universidade Federal do Piauí e pela Universidade de São Paulo, os autores avaliaram os efeitos da suplementação com cafeína sobre a performance de atletas no teste de exercício progressivo máximo. Para isso, ciclistas (n=14) foram randomicamente distribuídos em grupos que receberam suplementação oral de cafeína ou placebo-amido (5 mg/kg), 60 minutos antes do teste. De acordo com os resultados, os ciclistas que receberam a pílula com cafeína apresentaram um aumento significativo (p<0,05) de 131% de tolerância ao esforço em comparação ao grupo placebo. O mesmo grupo também apresentou uma diferença significativa (p<0,05) com 157% de melhoria em relação ao desempenho físico na avaliação pós-suplementação.


Assim, a suplementação com cafeína, quando indicada por profissional especializado e em doses adequadas, pode promover benefícios aos praticantes de atividade física, melhorando a performance e o rendimento.


Referências:


AHRENDT, D.M. Ergogenic aids: counselling the athlete. American Family Physician, v. 63, n. 5, p. 913-922, mar.2001.


CAPUTO, F. et al. Caffeine and anaerobic performance. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, v.14, n.5, p. 602-614.2012.


COSO, J. et al. Prevalence of caffeine use in elite athletes following its removal from the World Anti-Doping Agency list of banned substances. Appl Physiol Nutr Metab, v. 36, n.4, p. 555-61, ago. 2011.


GOMES, C.B., et al. Uso de suplementos termogênicos à base de cafeína e fatores associados a qualidade de vida relacionada à saúde em praticantes de atividade física. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, v. 8, n. 49, p. 695-704, set-out.2014.


LEITÃO, H.A., et al. Efeito ergogênico da cafeína sobre o desempenho físico progressivo máximo em ciclistas. Brazilian Journal of Health, v. 1, n. 2, p. 110-117, mai. 2010.

Tags:

Featured Posts
Posts em breve
Fique ligado...
Recent Posts
Posts em breve
Fique ligado...

© Copyright 2017. Equaliv

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle