Efeitos da alimentação sobre o surgimento da acne



A acne vulgar é uma inflamação cutânea de alta prevalência, sobretudo, em adolescentes e adultos jovens, e consiste em uma doença do folículo pilossebáceo. Entre os principais sintomas estão a hiperprodução de sebo, a hiperqueratinização folicular, o aumento da colonização bacteriana e a inflamação dérmica periglandular.


Embora ocorra com menos intensidade em negros e orientais, a acne manifesta-se mais gravemente em homens na fase da puberdade, período de maior desenvolvimento dos folículos pilosos. Por se tratar de uma condição multifatorial, diversos aspectos estão envolvidos na etiopatogenia da acne, como condições genéticas e hormonais, o aumento da produção e secreção sebáceas, a retenção de queratinócitos nos ductos foliculares, além do próprio processo inflamatório.


No âmbito da alimentação, o papel da carga glicêmica da dieta também tem sido explorado como fator relevante para a ocorrência e prevenção deste processo inflamatório. Quadros de hiperinsulinemia de repetição, ocasionados pela ingestão de alimentos de alta carga glicêmica, por exemplo, podem conduzir a alterações nos padrões bioquímicos e endócrinos relacionados ao aparecimento da acne. Alguns indivíduos relatam piora no quadro de dermatose à medida que consomem determinados tipos de alimentos, como chocolates, nozes, produtos lácteos, alimentos gordurosos, preparações condimentadas e carboidratos em geral.


Em trabalho realizado por Jung et al. (2010), os autores avaliaram a influência do padrão dietético sobre a incidência dessa inflamação. Os pesquisadores realizaram o experimento utilizando pacientes controle (n=502), isto é, sem acne, e pacientes com acne (n=783). Esse último grupo foi subdivido em indivíduos cujos sintomas foram agravados pela comida e aqueles que não foram agravados. Foram administrados testes sanguíneos e um questionário de consumo alimentar, e, de acordo com os resultados, os autores observaram que o consumo de vegetais e peixes foi mais frequente no grupo controle. Já o consumo de alimentos ultraprocessados e de baixo valor nutritivo, como frituras, refrigerantes e salgadinhos, foi maior no grupo afetado pela acne.


Dessa forma, embora os mecanismos pelos quais os alimentos predispõem a ocorrência da acne ainda não estejam completamente estabelecidos, a literatura tem demonstrado que o consumo de uma dieta rica em alimentos ultraprocessados e de alto índice glicêmico pode favorecer a ocorrência da acne vulgar, além de aumentar a chance do indivíduo desenvolver outras doenças metabólicas.


Referências:


COMIN, A.F.; SANTOS, Z.E.A. Relação entre carga glicêmica da dieta e acne. Sci Med, v. 21, n.1, p. 37-43. 2011.


GONÇALVES, V.P.; PATRICIO, M. Abordagem fisioterapêutica na mulher adulta com acne. Cadernos Acadêmicos, v. 6, n. 1, p. 123-133, jan. 2014.


JUNG, J.Y. et al. The influence of dietary patterns on acne vulgaris in Koreans. European Journal of Dermatology, v. 20, n. 6, p. 768-772, nov. 2010.


MATSUCHITA, H.L.P.; MATSUCHITA, A.S.P. Uso da Própolis na Prevenção e Tratamento da Acne Vulgar. Uniciências, v. 18, n. 1, p. 19-23, jun. 2014.

Tags:

Featured Posts
Posts em breve
Fique ligado...
Recent Posts
Posts em breve
Fique ligado...

© Copyright 2017. Equaliv

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle