A importância de incluir fibras na alimentação diária

May 24, 2019

 

 

As fibras alimentares (FA) vêm despertando renovado interesse de especialistas das áreas de nutrição e saúde. Trata-se da parte comestível de plantas ou carboidratos análogos que são resistentes à digestão e absorção no intestino delgado de humanos, com fermentação completa ou parcial no intestino grosso. 

 

Elas podem ser classificadas em duas classes: fibras solúveis (FS) e fibras insolúveis (FI), de acordo com a solubilidade de seus componentes em água. Dentre as funções dessas fibras, destaca-se sua ação sobre a constipação intestinal, diabetes melitus, obesidade e benefícios em nutrição enteral.

 

Para adultos, geralmente, recomenda-se ingestão de 20g a 35g de fibra alimentar por dia ou 10g a 13g de fibra alimentar por 1000 kcal. As informações nutricionais dos rótulos de alimentos se baseiam nos valores de 25 g/dia para uma dieta de 2000 kcal ou 30 g/dia para uma dieta de 2500 kcal como meta para a população americana. 

 

O programa norte-americano denominado National Cholesterol Education Program (NCEP) recomenda o consumo de 20g a 30g de fibras por dia como parte da meta para Mudanças Terapêuticas de Estilo de Vida na redução do colesterol sérico. Para maior redução de LDL-colesterol, o NCEP recomenda o consumo de 10 g/dia a 25g/dia de fibras viscosas (solúveis).

 

No caso da população brasileira, as principais fibras são fornecidas por meio de alimentos como arroz polido, pão francês e feijão, que fornecem, em média, 65% da ingestão total de fibra alimentar.

Há ainda a possibilidade de ingerir suplementos que combinam fibras solúveis na sua composição. 

As fibras também são importantes no tratamento e prevenção de obesidade, bem como na melhora da homeostase da glicose nos indivíduos diabéticos.

 

Os alimentos com fibra são indicados ainda nos casos de nutrição enteral. 

 

Dessa forma, diversos estudos indicam a necessidade de que a população aumente o consumo diário de fibras alimentares para prevenir ou amenizar vários tipos de doenças e obter uma melhor qualidade de vida, a fim de se evitar formas de tratamento mais invasivos e por vezes mais onerosos, com efeitos colaterais e que não trazem resultados satisfatórios. 

 

Diante dos fatos, as fibras alimentares são opções que exigem menores gastos e que quando usadas de forma correta e por tempo prolongado, garantem efeito benéfico, sendo extremamente indicadas na alimentação diária da população. 

 

PAULA, L. D. et al. Efeitos produzidos pela ingestão de fibras alimentares: solúveis e insolúveis em camundongos. Ciênc. Praxis, v. 2, n. 3, p. 55-60, 2009.
ARAÚJO, R.A.C.; ARAÚJO, W.M.C. Fibras alimentares. Rev. Bras. Nutr. Clin., v.13, p.201- 209, 1998.


MATTOS L.L.; MARTINS I.S. consumo de fibras alimentares em população adulta. Rev. Saúde Pública, v. 34, n. 1, p. 50-55, Feb. 2000.
 

Please reload

Featured Posts

Gastrite pode ser prevenida com mudança de hábitos

February 28, 2020

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

© Copyright 2017. Equaliv

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle